Skip to content

Gestalt Terapia: a arte de clinicar

A Gestalt terapia é uma abordagem que traz em si, várias influências, tanto de outras abordagens, como de pensamentos filosóficos e de pessoas.

A história conta que o pai da Gestalt terapia , Fritz Perls, nascido em Berlim em 1893, formado em Medicina e também psicanalista, possuía um dom muito especial de olhar e enxergar as pessoas e um forte temperamento, que era marcado pela criatividade e ousadia. Neste texto, quero ressaltar a Gestalt terapia a partir do ponto de vista do encontro clínico de duas pessoas historicamente diferentes entre si, em seus papéis definidos, com intuito de crescimento e aprendizagem mútua. A criatividade, a partir das sensações, dos sentimentos e da formação da figura que se sobressai de um fundo, baseia-se num contato alerta que ambos necessitam para que o processo pulse.

Um encontro entre terapeuta e cliente baseia-se no respeito, na ética e na possibilidade de capturar e alargar os instantes. O “aqui-e- agora”, conceito tão importante para a Gestalt terapia é a vivência baseada no que estou “vivendo nesse momento”, que não exclui o passado e o … Leia mais

Read more

Angústia e Ansiedade

O ser humano é filho de seu contexto de referência. O contexto de referência engloba a cultura, a geração, a família, a política, a economia, enfim, tudo que lhe atravessa e que acaba por lhe constituir. 

Ao contrário dos animais, não nascemos prontos para a vida. Ao contrário dos animais ,não nascemos com uma identidade. Tudo em nós é construído, remodelado. 

Um animal não questiona a vida e não sente os efeitos de seu contexto de referência como algo que lhe atravessa. Um animal não precisa dar sentido para vida, nós sim; e é na busca deste sentido que nasce a angústia. 

A angústia é condição de existência. A busca dos porquês já aparece na infância. Mas a criança tem a crença de que seus pais sabem tudo e isso alivia a angústia. Ela tem a quem recorrer. Os adultos descobrem que só tem como recorrer a si mesmos e ,nessa história ,muitas vezes se sentem confusos e regridem buscando fora de si as respostas para a sua dor. 

É claro que muitas vezes o trampolim para a dor é … Leia mais

Read more

Diálogos entre terapeuta e paciente

Todas as palavras já foram ditas e de repente, fico sem ação. Não são apenas as palavras que estão em silêncio, meus movimentos também. Diante de uma infinidade de coisas a realizar, perco-me no presente, sem saber pra onde vou. Penso que nesse vazio a única saída é fazer terapia. Busco, na esperança de que você possa me dar algo para que eu possa continuar de onde parei. 

Terapia não é isso; não é direcionar você. É estar junto, abrindo espaços para você ser e não ser ao mesmo tempo. Não existem pré-definições do que é normal. Para quê você busca tanto ocupar um lugar que está na ordem do vazio? A tristeza é um sentimento que cabe e que vai passar. Você não está doente da cabeça. Talvez esteja doente dos pés, porque não dança, não ousa ir além. Você quer ter a segurança de suas ações, a certeza de que suas escolhas são certas. Você não está acostumado às fronteiras da insônia angustiante, sufocada e, por isso mesmo, artística. Você prefere se entupir de barbitúricos ao invés de … Leia mais

Read more

Dicas para melhorar seu dia de trabalho

O trabalho costuma ser o principal foco do estresse, mas existem algumas medidas que podem ser tomadas na tentativa de impedir que as oito horas diárias (ou mais) de labuta transformem-se no sacro-ofício. 

Selecionamos nove dicas do livro 101 Maneiras de ter um Ótimo Dia de Trabalho para que você encare com simpatia o fato de ter um lugar de trabalho. 

Nas palavras da autora Stephanie Goddar Davidson: “Técnicas simples e sugestões capazes de fazer você relaxar, esfriar a cabeça, resolver conflitos e tornar seu ambiente profissional mais agradável”. 

1. Respire

Tome consciência da sua respiração o dia inteiro. Quando perceber que se esqueceu disso, faça três respirações lentas, profundas, suaves e retome o trabalho. 

2. Mude de ares

Gaste alguns minutos para ir a um andar diferente, a outro banheiro ou a um lugar a que você raramente vá. Se possível, passe algum tempo aí para se acalmar, respirar ou apenas ficar em silêncio.

3. Renove-se

O ser humano está sempre se renovando. Dorme para se recuperar; come para ter mais energia, perde células todos os dias para dar … Leia mais

Read more

A filosofia da vida de F. Nietzsche e a arte em clinicar

Não tenho a intenção nesse artigo de me referir à arte-terapia como instrumento terapêutico. Meu intuito é relacionar o nome de F. Nietzsche à arte em clinicar. Tanto Nietzsche como a psicoterapia de base fenomenológica têm em comum a existência afirmativa da vida.

Nietzsche questiona a racionalidade como modelo de conhecimento e traz para o cenário da vida, a arte como sendo a atualização do vivido. Com o conceito de ?Amor Fati?, que seria amor ao destino, traz uma provocação que é um ?sim à vida?, uma aceitação da vida em sua inteireza. A vida precisa ser amada em tudo em cada instante. Nada deve ser negado e todo mal e todo bem são essenciais. Cada ação deve ser maximizada e levada ao seu peso máximo. Todos os recursos de que precisamos só podem ser encontrados no aqui-e-agora. A vida como arte é a única possibilidade que temos de criar, inventar e transformar o que aparentemente está ?estagnado?. Porque vida é movimento, é devir.

A vida, segundo Nietzsche, não nos oferece segurança. Ela é, em si, um jogo de forças: … Leia mais

Read more
Sidebar