Skip to content

Câncer? menos mal…

Certamente, todos já ouvimos alguém falar no jornalístico da televisão, em depoimento marcado por um misto de espanto e desespero, que “eu não esperava que isso pudesse acontecer comigo”. Mas, como foi na tv, distante, continuamos achando o mesmo – que aquilo de ruim que aconteceu é coisa impossível de nos atingir.

Assim se dá com o câncer. Sabemos do caso do parente do vizinho, do comerciante da esquina, do artista famoso… mas não visualizamos a menor possibilidade de acontecer conosco ou com um familiar nosso.

Infelizmente, nem sempre é assim. Na maioria das vezes, é bem verdade, por conta de falta de cuidado, principalmente daqueles em cujo histórico familiar haja casos da doença e que, por isso, têm maior predisposição ao câncer. A esses, em especial, conquanto seja impossível afastarem-se de todos os fatores ambientais cancerígenos, recomenda-se que se submetam regularmente a exames preventivos, o que nem sempre é seguido.

Mister se faz também, que tenhamos em mente que determinados agentes externos que podem ser evitados são responsáveis por grande parte das incidências. Temos, por exemplo, maior quantidade de … Leia mais

Read more

Redescobrindo meu potencial criativo

O resgate do potencial criativo existente dentro de cada um de nós está intimamente relacionado ao retorno do prazer em nossas vidas. Atualmente muitos falam sobre “qualidade de vida”, tema estritamente aliado à necessidade do prazer na construção de uma vida saudável e dinâmica. No entanto, percebemos que cada vez mais este é um tema discutido e pouco aplicado. “Qualidade de vida”, para muitos, é algo inatingível e restrito aos poucos que detêm um poder financeiro mais elevado. Isso será mesmo verdade? Então, estaria a criatividade restrita a classe alta?

O que significa “Criatividade”? Segundo Alexander Lowen, pai da Bioenergética, criatividade é: “…olhar o mundo com uma visão nova. Não tentar resolver novos problemas através de antigas soluções, abordando a vida com os olhos curiosos e abertos e com a imaginação de uma criança.”(in Prazer – Uma abordagem Criativa da Vida, p. 208). Será a criatividade restrita àqueles que têm acesso à cultura? Serão estas pessoas as únicas capazes de intervir em suas vidas de um modo mais flexível? Se atentarmos para o modo de vida de muitas pessoas de … Leia mais

Read more
Sidebar