Skip to content

Falando abertamente sobre sexualidade – com pais, professores, filhos e alunos

Durante séculos, o exercício da sexualidade foi cerceado por normas religiosas, cumpridas e vigiadas pela sociedade. A partir do início do século 20, com a popularização das teorias freudianas – ainda que hoje se possa criticar o que ele falou sobre a sexualidade feminina, com distorções devidas ao pouco conhecimento existente e também pela sociedade da época – começou-se a falar de sexo de uma maneira aberta, outrora inconcebível.

Um século depois, o quadro é diferente. O assunto que era proibido, hoje é imperativo, em todos os meios de comunicação. Vários fatos contribuíram para isto: um deles, positivo, foi a criação da pílula anticoncepcional, que desvinculou o sexo da reprodução e permitiu que a mulher começasse a buscar seu prazer, o que antes só era permitido a homens ou mulheres de baixa reputação. O outro fato, infelizmente, foi o surgimento da AIDS, na década de 80. Só a partir da síndrome, foi possível que conceitos fossem revistos e se abrisse a discussão sobre as diferentes orientações sexuais. Apesar de ser cada dia mais comum assistirmos a programas que tratam de … Leia mais

Read more
Sidebar